quarta-feira, 20 de maio de 2015

AS PRIMEIRAS OBRAS DA PINTORA ADELAIDE MOÇA


Esta colecção foi a primeira de muitas a seguir criadas e pintadas pela pintora.
Com moldura a folha de ouro.
Uma colecção de prestigio, onde as obras viveram alguns anos através da pintora e um dia a pintora viverá através das obras.



Video da coleção






COLEÇÃO PRIVADA DA PINTORA



A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, Ponte Arrábida tendo como fundo o Palácio De Cristal.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.

Tamanho: 50*60 com Moldura 82,50*72,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, o famoso Cubo da Ribeira.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.

Tamanho: 50*60 com Moldura 82,50*72,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, uma das suas famosas lojas, comercio local.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.
Tamanho: 50*60 com Moldura 40*30 com Moldura 62,50*52,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, uma das suas ruelas.
Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.
Tamanho: 50*60 com Moldura 40*30 com Moldura 62,50*52,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, uma das suas famosas ruelas.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.
Tamanho: 50*60 com Moldura 40*30 com Moldura 62,50*52,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, uma ruela com uma igreja.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.
Tamanho: 50*60 com Moldura 40*30 com Moldura 62,50*52,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, a famosa Ribeira e sua ponte D.Luís.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.
Tamanho: 50*60 com Moldura 40*30 com Moldura 62,50*52,50 cm


A primeira colecção da Pintora Adelaide Moça
Invicta, uma ruela com vista ao Rio Douro e ponte D.Luís.

Uma das primeiras obras da pintora levou um ano a dar como terminada
Pintado a óleo sobre tela.
Tamanho: 50*60 com Moldura 
18*24 com Moldura 46,50*41,50 cm


PRIMEIRA OBRA DA PINTORA ADELAIDE MOÇA


A primeira obra de arte foi pintada quando a pintora tinha 18 anos de idade.
No ano de 1990.
Ainda esteve parada uns anos, antes de iniciar, só em 1994 é que arrancou.
Tudo começou num desejo ardente de criar algo superior, sem saber o quê, iniciando uma longa caminhada sem saber para onde iria, nem por onde começar.
Nunca imaginou o sucesso que viria a ter.
Os primeiros seguidores foram dos Estados Unidos onde recebeu duras criticas as suas obras, a seguir Arábia Saudita que foi bem recebida nas primeiras centenas de pessoas, em continuação com o Brasil, México, Venezuela, Espanha, França, Itália, Alemanha, Rússia, Japão, Argélia, Índia, África, ao longo dos anos, deu a volta ao mundo através das redes sociais com as suas obras de arte, organizadas por colecções.
Á poucos meses tem vindo a conquistar seguidores nacionais, de todos as partes do País incluído emigrantes,


Primeira obra da Pintora Adelaide Moça

terça-feira, 19 de maio de 2015

NATAL 25 DEZEMBRO DE 2012

Lembro-me 
No dia de Natal 25 Dezembro de 2012 pelas 8.50h da manhã 
Conduzia e ía sozinha e em direção a casa do meu Pai .. para o ver 
Ao entrar na autoestrada a 50 metros da ponte Arrábida num nevoeiro cerrado (travei o carro instintivamente) e por dois segundos de diferença perdia a vida esmagada por um camião que vinha a picar com outro camião ao passar por mim, a pressão do vento abanou o meu carro como se fosse um carro de brincar.

Fiquei pálida e deu-me uma branca na cabeça ..
E no mesmo instante passa o outro camião e voltou a abanar o carro

Entrei na autoestrada e rapidamente apanhei os camiões que vinham a uma velocidade de 130 km hora

A meu ver para o tamanho do camião é uma velocidade exagerada, uma arma em andamento ..

E na diferença de 5 km à frente o mesmo camião por pouco não me esmaga novamente, penso eu estar no seu anglo morto dele, quando o ia a ultrapassar atirou-se para cima do meu carro .. acelerei e o carro não respondeu tendo que reduzir a mudança na caixa e carregar no acelarador até não puder mais, conseguindo com que o camião não me bate-se por segundos .. o indivíduo do camião que vinha a trás dele vinha a dar sinal de luzes e a buzinar e o motorista vinha tão cego que não se apercebeu dos avisos

Da rapidez do meu pensamento e da prontidão das minhas acções salvaram a minha vida.

Resumindo .. a vida perde-se num segundo

FELIZ NATAL






Adelaide Moça






Adelaide Moça